O que são as proteínas e creatinas

o que são as creatinas e proteinas

O que são as proteínas e creatinas? Quais as principais diferenças nesses suplementos?

O consumo de proteína tem como resultado a formação de músculo e a queima de gordura. As dietas com teor elevado de proteínas e baixo de hidratos de carbono conduzem ao emagrecimento devido a uma maior perda de gordura corporal e a uma perda reduzida de massa magra corporal.

O consumo de proteína tem vários efeitos positivos, como o apoio a um crescimento saudável, o reparo de células e tecidos danificados, a síntese de hormonas e o bom funcionamento do metabolismo.

A fonte tida como mais completa de proteína é a carne animal, onde se encontram os aminoácidos essenciais.

Estudos científicos demonstram que o consumo de proteína imediatamente antes e após o treino aumenta a massa muscular magra, as reservas de glicogênio e o índice de queima de gordura.

A creatina é um nutriente não essencial sintetizado naturalmente no corpo humano (rins e fígado, principalmente), a partir de 3 aminoácidos, a L-arginina, a glicina, e a L-metionina. A síntese endógena de creatina é variável, sendo influenciada por um número considerável de fatores. É também proveniente da alimentação, sendo encontrada na carne e produtos animais, por exemplo.

Cerca de 95% da quantidade total armazenada no organismo está localizada no músculo esquelético. Alguma desta creatina se apresenta ligada com um fosfato, formando a fosfocreatina, uma importante fonte de energia. A creatina livre constitui a restante quantidade.

A creatina melhora a performance física e é sobretudo usada como suplemento para atividades de curta duração e alta intensidade, como os exercícios de musculação, provas de velocidade, natação e piscina curta ou arremesso de pesos.

A creatina permite aumentar a energia, força muscular, e ajuda a diminuir a fadiga do músculo, maximizando ganhos de força exponenciais. Promove também a hidratação e volumização muscular.